fevereiro 06, 2011

Karma, Infantilidade e Pseudos

Monstrinhos, monstrinhos, onde vocês estão?

A definição de karma é bem simples de entender: Você faz uma merda para alguém, num futuro, distante ou não, uma terceira pessoa virá e te fará uma merda equivalente ou pior a que você fez para a primeira pessoa. Básico, simples, até meu irmão de dois anos (que eu não tenho) entende. Também dá para entender Karma como O mundo dá voltas, filho da puta, e etc. A questão é: você fez algo para alguém agora, daqui a pouco outro alguém te fará a mesma coisa. 

Algumas pessoas não entendem isso. Você vai lá e faz birra infantil para não publicar um livro "rival", sai espalhando coisas não devia, transa com a melhor amiga da sua namorada, dá um golpe em alguém, rouba uma idéia, essas coisas, e fica putinho porque, depois de algum tempo, alguém te deu o troco. 

Eu estou em dia com o meu karma, eu continuo fazendo as merdas que eu faço, não me arrependo, e vivo com as conseqüências. Posso não aprender com elas, mas eu as aceito, não nego. Eu sei que eu estou recebendo isso porque o que eu fiz foi de valor igual, e aí eu penso: A vadia mereceu. E eu me sinto bem, e consigo passar por cima da situação. É assim. Se você não consegue lidar com as conseqüências, vai se foder porque você é uma merda. 
Karma is a bitch, but so am i.

Algumas pessoas conseguem se superar. Você tem tipo, o quê?, dezenove anos e age como se tivesse treze. Mulheres são mais maduras que homens, a ciência prova isso, mas você, minha querida, é a puta exceção à regra. Parte de mim tem vergonha de uma pessoa como você ser considerada escritora. Essa parte fica meio, como você pôde ser tão baixa? A sua birrinha é o quê? Mamãe, não quero que ela ganhe essa boneca, porque a única que pode ter bonecas aqui sou eu! Entende? Infantil, isso o que você é! Você é baixa, minha querida, você está fodendo com alguém só porque você não confia no seu taco. Você não tem culhão. Você é tão insegura sobre isso que você está impedindo outras pessoas de se realizarem. Você é baixa, eu tenho nojo de você. 

Para algumas pessoas que convivem comigo, a pessoa a quem o último parágrafo foi dedicado é bem óbvia. Especialmente para a pessoa que foi danificada por ela. E para você, meu bem, eu só digo: Pese os prós e os contras que no fim a resposta virá facilmente. 

Terminando esse assunto vermelho, vou falar de algo mais leve: pessoas pseudo alguma coisa.

Eu não gosto de pessoas assim. Não mesmo. Eu não gosto de muita coisa, mas esse tipo de pessoa bate os  records. Essas pessoas querem ser algo que elas não são. Geralmente, são coisas legais e coisas ruins. Legais entre aspas, coisas socialmente aceitas e coisas não aceitas. Exemplo? Segue:

Pseudos-Psicopatas. Uh, eu quero matar aquela vadia, sou psicopata, tenha medo de mim. Bitch, please. Tem três tipos de psicopatas: os pseudos que saem espalhando isso para Deus e o mundo. Os que têm tendências psicopatas, mas ainda não agiram. E os verdadeiros psicopatas, os caras que matam. Você pode se encaixar na primeira ou segunda categoria, nunca na terceira. Porque você é idiota. Se você quer descobrir que merda você é, vá até um psiquiatra, agende uma consulta por mês, uma consulta com uma psicóloga por semana e estamos bem. Foi assim que eu descobri a minha paranóia e a minha verdadeira sociopatia, que os pseudos não sabem, mas falam que é a mesma coisa que psicopatia. Dica da Diva: Antes de se nomear algo, procura saber sobre esse algo. Você passa menos vergonha assim e não ofende os outros.

Pseudos-Depressivos. Sabe aquela pessoa que vai no twitter e fala e fala e fala e fala e fala e fala sem parar da sua vida de merda? No meu tem uns três, é até cansativo. É o tipo de pessoa que leva a sério os memes xxxx da Depressão. É de dar pena, man, de dar pena. Todo dia essa pessoa posta algo como 23:23, ninguém pensando em mim #USERdaDepressao. No começo nós rimos e está tudo bem, mas depois fica cansativo e nós tentamos não dar unfollow em você por motivos "ela/ela vai melhorar, eu sei. Vai arrumar alguém pra  foder/comer e vai parar com essa putaria". Até agora nenhum desses melhorou, mas eu espero. Dica da Diva: Psicólogo e Psiquiatra, urgente, porque você está prestes a se tornar uma Bella Swan da vida com esse seu completo de "Me dá atenção!"

Pseudos-Vadias. Sabe aquela menina que fala sobre sexo no twitter o dia inteiro? Ela parece que come todos, ela dá RT em coisas particularmente estranhas, só posta imagens "pornográficas" no tumblr, e essas coisas. Mas na verdade, ela é virgem, passa as madrugas escondida na internet assistindo vídeos no porntube e outros sites similares. Dica da Diva: Vai perder a virgindade, menininha.

Pseudos-Plagiados. AI MEL DELS, ELA ME PLAGIOU! Morre, vaca, morre! Vai se foderem! É bem assim, é bem assim. Então você vai lá perder o seu tempo, avaliar se é plagio mesmo, sabe? Ver as duas histórias e etc. Aí você percebe que o único plágio da história A na história B é que um personagem tem o mesmo nome. É, eu disse! Dica da Diva: Arrume um psicólogo e um psiquiatra porque esse seu completo de "Me dá atenção!" está irritando todo mundo.

Pseudos-Escritores. São aquelas pessoas que criam blogs e saem divulgando por aí como blogs sobre a "História deles". Geralmente a história é uma merda, pseudo-plágio de alguma outra, com umas alterações espertinhas, né. Pior é que logo fazem a comunidade no orkut, a página no Skoob e até tumblr e twitter. Se a história for realmente boa, coisa que geralmente não é, nós relevamos tudo isso. Dica da diva: Antes de escrever, você tem que ler. Você se informa sobre o assunto, pesquisa, lê um pouco. E aí vai ter aulas de português.

Pseudos-Brasileiros. Esses são os que quando qualquer coisinha mínima dá errado no país, já sai gritando como se estivesse perdendo a virgindade "Aí, nos Estados Unidos não tem isso! Na Europa? Aff, nada!  Eles adoram criticar o Brasil, adoram! Tudo é motivo para falar mal. Dica da Diva: VAI SE FODER, SEU FILHO DA PUTA Você não merece morar aqui, então pega as merdas das suas críticas inúteis sobre esse pais LINDO e enfia na porra do seu cu, e aí compra uma passagem só de ida pra um desses países que você adora tanto e vai trabalhar numa lanchonete só para sofrer como o diabo, seu merda.

Repararam no novo visual? Eu queria algo mais clean, bem, não realmente clean, mas algo mais leve, mais light. As cores estavam muito fortes, muito pesado... Aí resolvi fazer algo mais bonitinho, cutezinho com Lótus.
 Então é isso, monstrinhos, vejo vocês no próximo post.

6 comentários:

  1. Ai ai
    Ren, vc me mata aq.
    Mt bom seu texto!!!!
    Sinto raiva e dou risada ao mesmo tempo.
    Confesso, cm disse no TT, q preferia um pouco mais o visu antigo, mas se este lhe faz mais feliz, é assim q tende ser. A assinatura continua linda demais.
    ;)
    bjs***

    ResponderExcluir
  2. Pera, estou limpando meu veneno. ASUUASHUASHUSAHUAS


    Sua diva. Amo teus posts e pronto <3

    ResponderExcluir
  3. Aff... curti muito isso!!! Me encaixo na pseudo-plagiada.
    Ligando pro psiquiatra agora.

    Amei isso tudo!

    beijocas ^^

    ResponderExcluir
  4. Poorra Ren eu te amo!!!!
    só você mesmo *--*

    ResponderExcluir